Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Saiba como conquistar a pontualidade

por oficinadepsicologia, em 20.09.11

Autora: Irina António

Psicóloga Clínica

www.oficinadepsicologia.com

 

Irina António

Ser pontual é uma virtude que todos nós procuramos conquistar ao longo da vida, uns com mais sucesso que outros. O caminho desta conquista guarda um mistério: se uns conseguem naturalmente chegar a horas, outros nem por isso. Sendo que as circunstâncias da vida não se diferenciam: vivem na mesma cidade, passam pelas mesmas estradas, apanham o mesmo comboio, compram o despertador nas mesmas lojas, trabalham mais ou menos as mesmas horas por dia, a questão não parece estar presa às mesmas, mas sim à atitude assumida perante o seu tempo e o dos outros.

 

Ser pontual é chegar mesmo à hora marcada, nem mais tarde, nem mais cedo. O exercício de afinar a atitude pontual inicia-se por admitir que se tem um problema com a pontualidade. Para obter uma melhor percepção do impacto dos seus atrasos, ponha-se no lugar da pessoa que está à espera há horas e imagine também como estará o seu estado emocional. E o que poderá surgir desta experiência? “Está atrasado porque tem coisas mais importantes para fazer”, “está atrasado porque se esqueceu de mim”, “está atrasado porque não é uma pessoa de confiança”, “está atrasado porque não tem respeito pelo meu tempo” e tantas outras do género. A disposição para estar com a pessoa atrasada já não é a mesma, e no caso contrário, a pessoa pontual acaba sempre por ganhar “um bónus” perante os olhos dos outros.

 

Se pretende ficar com esse bónus mais vezes, experimente as seguintes sugestões:

 

 

1. Combine o encontro à hora certa. As mensagens do género “encontramo-nos por volta das cinco” podem criar uma margem temporal bastante larga, porque a interpretação de “por volta” é sempre individual.


2. Logo depois da hora combinada calcule a hora de saída. Ter em mente uma hora certa pode ajudar a gerir despreocupadamente o resto do tempo, sem ter que olhar para o relógio, ou a evitar que se lembre já em cima da hora que precisa de sair.

 

3. Calcule o tempo do percurso. Divida o tempo em várias partes: tempo para fechar a porta, descer no elevador, andar até ao carro ou transporte, tendo em conta alguns imprevistos que possam surgir pelo caminho (trânsito habitual nessa hora, avarias no metro, se existe gasóleo suficiente para chegar ao destino, se vai passar pelas portagens, etc). Parece uma sugestão demasiado minuciosa, mas depois de se tornar automática, proporciona uma sensação de controlo e de organização interna.

 

4. Calcule o tempo incorporando uma margem de tolerância. Apesar de chegar antes de tempo não ser um sinal de boa gestão, acaba por ser mais vantajoso que o atraso.

 

5. Controle o tempo quando é possível controlá-lo. Consegue aumentar a velocidade do comboio, ou resolver um acidente que está interromper o trânsito? Não. Então, ficar nervoso só vai ajuda-lo (a) numa única coisa – gastar energia que poderá ser aproveitada para fazer um ajuste à situação: depois de sair do transporte / do carro andar mais rápido, descer a correr a escada rolante. Quando a velocidade do seu movimento não depende de si, olhe para o relógio e pense se vale a pena stressar.

 

6. Contrarie a sua vontade de chegar atrasado. Mesmo em situações em que não seja critico ser pontual, não permita a si mesmo chegar atrasado. Se quer mesmo treinar a sua pontualidade, não se canse repetir o mesmo tantas vezes quanto for necessário, esforce-se para ser pontual em todas as situações. 


7. Adiante o relógio dois a cinco minutos. Assim, tem uma oportunidade de “ganhar” alguma reserva de tempo. Estes minutos podem servir-lhe de um “mini – apoio” e fazer a diferença.

 

8. Acompanhe a atitude pontual com um pensamento positivo. Se sair da casa com a ideia “não chegar atrasado!”, o seu inconsciente vai reter informação sem a partícula “não” (uma particularidade do nosso funcionamento cognitivo) e vai esforçar-se para chegar mesmo atrasado. Experimente pensar “vou chegar a horas”. Quando nos posicionamos perante o desafio com essa atitude, “por magia” o transporte chega a horas, não se apanha trânsito, ou isto será uma ilusão? Mas desde que seja uma ilusão agradável, está tudo bem…

 

9. Se estiver atrasado – avise. Caso aconteça um imprevisto e o atraso seja inevitável, ligue à pessoa que está à sua espera. Todo o negativismo que irá surgir por motivo do seu atraso seguramente fica atenuado.

 

10. Responsabilize-se pelo seu tempo. Não vale a pena culpabilizar os outros ou as circunstâncias pelo seu atraso. A maior parte dos atrasos é resultado do nosso descuido, por isso não deixe de reflectir sobre o sucedido e da próxima vez não repita os mesmos erros.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:21



Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D