Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Pessoas saudáveis

por oficinadepsicologia, em 24.09.11

Autora: Fabiana Andrade

Psicóloga Clínica

www.oficinadepsicologia.com

 

Fabiana Andrade

Falamos constantemente em pessoas perturbadas, em patologias, mas raramente falamos sobre pessoas saudáveis e sobre o que é ser saudável.

A verdade é que muitas das pessoas que nos procuram têm expectativas irrealistas sobre o que é ser saudável. Muitas vezes atribuem o ser saudável a condições externas, como o sucesso, o casamento e por aí em diante. Muitas dessas pessoas até são saudáveis em determinadas dimensões, mas têm um olhar redutor e limitado sobre as suas capacidades e potencial.

Então o que é ser saudável?

A Organização Mundial se Saúde define saúde como “ um estado completo físico, mental e social de bem- estar, e não apenas a mera ausência de doença”. Eu acrescentaria ainda a noção de movimento e de integração ao meio, ou seja, saúde será a manutenção deste estado completo de bem-estar num continuum de equilíbrio e de direcção no meio em que o indivíduo está inserido.

 

Para olharmos para o que é ser saudável, temos antes que olhar para o que é o ser humano.

Os autores da Gestalt Terapia definem o ser humano de uma forma que considero brilhante: “o ser humano é um conglomerado de forças polares que se entrecruzam.” (Zinker. J. 2007). Por exemplo, uma pessoa que tem como característica a doçura, também tem a sua polaridade, a dureza.

Uma característica não tem necessariamente só uma polaridade, tem várias, por exemplo, a crueldade pode não ser a única polaridade da delicadeza, a insensibilidade e a frieza perante os sentimentos dos outros, também pode ser uma polaridade da delicadeza.

 

O que muitas vezes acontece é que a nossa auto-imagem por vezes exclui a consciência dolorosa de algumas forças polarizadas no nosso íntimo. Preferimos pensar que somos brilhantes em vez de cansativos, elegantes em vez de desajeitados. Ou no caso de pessoas com dificuldades ao nível da auto-estima, preferem olhar para si apenas com as polaridades negativas, excluindo as positivas.

 

A pessoa saudável está ciente da maioria das suas polaridades, e é capaz de se aceitar assim. Ela pode dizer de si mesma: “as vezes sou doce, mas nas situações em que me sinto ameaçada, realmente gosto da minha dureza.” A pessoa pode ser em geral elegante, mas por vezes desajeitada em algumas situações. A pessoa saudável pode deixar cair um copo num restaurante e não ter de dizer de si mesma: “como sou estúpido”.

Mesmo a pessoa saudável tem polaridades que ainda não conhece. Ela pode reconhecer a sua suavidade mas não estar consciente de que também é dura. Quando a sua dureza lhe é apresentada de maneira consciente, ela pode até sofrer, contudo estará aberta a incorporar em sua auto-imagem mais esta noção de si mesma. Pode ser que a pessoa saudável não aprove todas as suas polaridades, mas o facto de estar disposta a aceitá-las com consciência, é um aspecto significativo de força interior.

Além da integração das polaridades retiradas da teoria da Gestalt, também existem outras dimensões presentes na pessoa saudável, cuja ausência traz muitos obstáculos na vida de qualquer indivíduo.

A flexibilidade é algo que a pessoa saudável tem incorporado na sua forma de ser. Estas pessoas interpretam tudo de uma forma flexível, sem a necessidade de rotularem ou encaixarem as suas experiências em ideias pré concebidas, olhando para cada uma destas experiências como algo único.

As pessoas saudáveis julgam pouco. Partem do princípio que cada um faz o melhor que pode com os recursos que têm, em determinado momento. Assim, na sua forma de interpretar as situações, serão estas as variáveis consideradas: a unicidade do outro, os seus recursos e o momento presente.

A conexão com o corpo também é uma dimensão presente na pessoa saudável. Esta sabe ler os  sinais que o corpo emite sem a necessidade constante de os racionalizar. Toma decisões em prol do corpo e com amor por ele, sendo o foco no seu bem- estar e não em padrões estéticos incorporados socialmente.

Viver no aqui e no agora é fundamental se quer ser saudável. Estas pessoas não vivem presas nos pensamentos, nem no passado e no futuro. Sabem viver no aqui e no agora, absorvendo com intensidade cada uma das suas experiências. Visto que passam a maior parte do tempo no presente, não procrastinam e por isso obtém melhores resultados e melhor gestão de tempo.

A pessoa saudável não se compara com os outros mas compara-se consigo mesma, buscando o melhor de si a cada momento, sem a pressão de expectativas irrealistas e violentas.

Aceitando todas as suas polaridades e as polaridades dos outros, não foge das suas características, dos sentimentos e das experiências negativas, pois assume que elas são inerentes à vida, tal como as positivas. Dessa forma não cria tensões internas, fazendo com que as experiências negativas sejam integradas de forma mais saudável, dando rapidamente lugar às positivas.

Viver em estado de amor por si, pelos outros e pelo mundo é uma característica da pessoa saudável, baseando sua vida e suas decisões neste mesmo estado, possibilitando melhores relações e melhores resultados em geral.

Quer ser uma pessoa saudável? Comece já! Pense em que ponto já é saudável e pense no que quer melhorar, sem se agredir. Procure a ajuda de um psicoterapeuta pois no processo terapêutico são levadas em conta todas estas dimensões e cada uma delas faz parte do objectivo do acompanhamento.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:26


3 comentários

Sem imagem de perfil

De clebio.santos@gmail.com a 15.08.2016 às 11:05

Lindo isso....estava procurando. O significado de ser saudavel..e recebi essa aula!! Perfeito!! Parabens!!
Sem imagem de perfil

De tatiana ferri a 27.05.2017 às 22:47

minha mãe julga as pessoas 24 horas sem ao menos saber muitas vezes o que está acontecendo com as pessoas.eu não consigo ficar meia hora com ela em paz.ela fala tanto,reclama tanto de tudo que mais parece uma pessoa louca.cada dia que passa está cada vez pior.as únicas pessoas que se sentem bem em conviver com ela desse jeito agem dessa mesma forma.eu concordo que falar mau dos outros,julgar as pessoas assim,não é comportamento de uma pessoa saudável.desde o momento que as pessoas fazem isso,é porque algo na vida da pessoa não está bem.precisa de um tratamento urgente,senão,leva todos ao seu redor para junto do mesmo poço.ou seja,se nos relacionamos com pessoas desse jeito,vamos nos destruir também.
Sem imagem de perfil

De tatiana ferri a 27.05.2017 às 22:55


fuja de pessoas e amizades que só estão te levando para baixo.não se engane com as carinhas de piedade.cuidado.cuidado com os sangues sugas que se encostam na gente e todos os dias sugam a nossa paz e saúde.abra o olho!

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D