Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




A importância dos ratinhos...

por oficinadepsicologia, em 26.06.10

Autora: Madalena Lobo

Psicóloga Clínica

 

Acabou de surgir um estudo que demonstra haver uma explicação biológica, a um nível molecular, para o facto conhecido mas intrigante de as mulheres serem mais vulneráveis do que os homens a patologias da ansiedade e depressão, numa proporção geral de 2 para 1. Ainda que este estudo não tenha sido efectuado com seres humanos, há razões para pensar que as suas conclusões possam ser extrapoladas: as mulheres parecem estruturalmente serem mais sensíveis a níveis baixos de uma importante hormona do stress e terem maior dificuldade na adap

tação aos seus níveis mais elevados.

 

Curioso mesmo é o facto de isto só agora ter sido identificado – parece que anteriores estudos, com base em simpáticos ratinhos de laboratório, tal como este, foram invadidos de um sexismo impensado. Habitualmente, os investigadores em perturbações ligadas ao stress que

recorrem

a ratos para testar as suas hipóteses neuro-biológicas têm vindo a utilizar maioritariamente machos (vá-se lá saber porquê…), pelo que as diferenças biológicas entre géneros no que se refere à reactividade ao stress têm passado despercebidas; será que muito do que tem vindo a ser apurado tenha de ser confinado ao universo masculino?

 

A confirmarem-se estas conclusões, existem fortes implicações no que diz respeito à medicação psiquiátrica que, talvez, no futuro, se tenha de diferenciar consoante esteja a ser prescrita a um homem ou uma mulher.

 

Quanto à psicoterapia, os modelos eficazes que existem hoje em dia para intervenção em perturbações ansiosas e depressivas não parecem sensíveis ao género, resultando igualmente bem nos universos femininos e masculinos. Felizmente, não foram apurados com base em ratinhos…

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:09



Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D