Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Perda de peso motivada por stress

por oficinadepsicologia, em 07.04.11

E-mail recebido

 

"Boa tarde Dra Madalena Lobo e a toda a equipa da Oficina de Psicologia.

O meu caso é o seguinte: desde hà três meses para cá que tenho vindo a perder bastante peso (por volta de 6/7 kg). A minha alimentação em nada mudou, como de tudo, só tenho cuidado na confecção dos alimentos(tento evitar os fritos, modero os doces e gorduras) No entanto, passei por períodos de bastante stress emocional, directamente ligados à minha actividade profissional e estabilidade financeira, que me deitaram muito abaixo e inclusivé me tiraram o sono. Comecei a beber tisanas à noite e ajudou um pouco, mas o estado de ansiedade e tristeza manteve-se.

Agora ainda me encontro abaixo do peso e a minha vida profissional já se encontra mais estável, no entanto, como é uma situação que pode ser sempre modificável, sinto que o meu estado de ansiedade nunca desaparece. O que me aconselha para descontraír e consequentemente ganhar algum peso?

Os meus maiores cumprimentos,

M"

 

 

Cara M

Antes de mais, muito obrigado pelo seu contacto. A situação que descreve parece, de facto, de um elevado nível de stress. É um facto amplamente investigado e verificado que a instabilidade financeira e profissional se constitui como um factor influente no desenvolvimento de quadros de ansiedade e depressão. Qualquer um destes quadros poderá ser responsável por alterações nos nossos padrões de alimentação, assim como por alterações ao nível metabólico, que poderão ser responsáveis por variações de peso. Por aquilo que nos conta, parece que este período de stress produziu em si sintomas quer de ansiedade, quer de depressão. Caso estes sintomas se mantenham, poderá ser importante procurar ajuda no sentido de clarificar esta situação e desenvolver competências de gestão quer dos sintomas, quer dos factores de stress em si.

No imediato, existem algumas sugestões que lhe podemos fazer e que dizem respeito a princípios gerais de "higiene mental"- actividades e medidas que nos protegem do stress e dos seus efeitos nefastos. Em primeiro lugar, praticar exercício físico. Um corpo exercitado tem mais energia e resistência aos factores de stress, é promotor da auto-estima, descarrega tensão, faz melhor uso dos nutrientes, dorme melhor e produz mais endorfinas (o anti-depressivo natural que o nosso corpo produz). Em segundo lugar é importante criar rotinas de sono. Deitar e levantar cedo, e sempre à mesma hora, usar a cama apenas e só para dormir (ou seja, banir televisões e computadores do quarto), não comer antes de deitar e criar um ambiente silencioso são estratégias comprovadamente promotoras de um sono mais fácil e reparador. Um corpo bem repousado também tem mais energia para fazer face às adversidades quotidianas. Em terceiro lugar, é importante investir em actividades de lazer: estar com amigos e família, dedicar tempo a hobbys e interesses, estar ao ar livre. Seguindo estas 3 sugestões, é provável que sinta melhorias.

Isto não invalida, naturalmente, que possa sentir a necessidade de encontrar ajuda especializada que a acompanhe nesta fase da sua vida. Não apenas para gerir as dificuldades actuais, mas também para prevenir dificuldades futuras.

Caso lhe possamos ser úteis de mais alguma forma, por favor não hesite em contactar-nos.

Um abraço,

Francisco de Soure

Oficina de Psicologia

 


Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:46


6 comentários

Sem imagem de perfil

De Nathalia a 03.01.2015 às 13:32

Oi,
eu gostaria de saber se o fato do meu marido e eu estarmos emagrecendo pode ser u
Sem imagem de perfil

De Hilário a 18.09.2015 às 15:05

Tenho exatamente os mesmos sintomas.

Não convivo muito bem com o stress.

Sem imagem de perfil

De Tata a 08.12.2016 às 23:10

Olá meu cachorro esta doente, esse tipo de estresse e ansiedade pode fazer perder o apetite? Estou sem fome.
Sem imagem de perfil

De Lucia Maria a 01.01.2017 às 20:35

Eu estou com 66 anos de idade e estou passando por um forte stress. Emagreci 12 kilos. O stress foi e motivado pela conduta de Meu companheiro egoísta. Brigamos muito e peço para ele ir embora e não vai. Ele vive na minha casa e me desrespeita. Não sei o que fazer com este stress que está me matando. Difícil.
Sem imagem de perfil

De Tador a 21.02.2017 às 15:46

Boa tarde, tenho passado por algumas situações em minha vida que foram acrescidas com o fato de estar com a responsabilidade de uma bebê de um ano e quatro meses, ultimamente tenho tido excessiva queda de cabelo, falta de ar dores musculares, pressão no peito, pontadas na cabeça que são seguidas de formigamento, esquecimento em excesso, falta de concentração, erro mais que o comum (faço artesanato em geral) ando irritada, deprimida, ansiosa, não consigo deitar pra dormir antes de três horas dá manhã, impaciente com minha filha (nunca desde que ela nasceu fui impaciente com ela), tenho tido fortes dores de cabeça, na nuca, tontura, dor de estômago ou enjôo e azia, não consigo organizar nada que começo e cai do manequim 38/40 pro 34/36. Tenho prolapso da valva mitral com refluxo mitral, aí minha dúvida é, isso tudo é por motivo de estresse ou a ansiedade tá agravando os sintomas do PVM?
Sem imagem de perfil

De Aimara a 30.08.2017 às 11:59

Sou casada á 25 anos e descobri a 6 mesese atras que ele tem uma amante a 5 anos agora venho sendo desprezada pelo meu marido e com isso perdi 9 kilos estou com 42k estou com minha alta estima muito ruim, me ajuda o que devo fazer para recuperar urgente?!

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D