Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Dicas para bem criticar

por oficinadepsicologia, em 23.04.11

Autor: Nuno Mendes Duarte

Psicólogo Clínico

 

Podemos considerar dois tipos de crítica:

Construtiva: está centrado naquilo que o outro está a dizer, trata-se de uma opinião sobre o conteúdo, não tenta impôr um ponto de vista e veicula informação. Costuma fornecer ao outro um ponto de vista diferente que acrescenta nova informação.

Manipulativa: depende do seu estado emocional e não é, normalmente, uma reacção apropriada ao comportamento do outro. Está centrada em atingir o outro na sua globalidade e sem grande preocupação relativamente ao conteúdo do que estava a ser discutido. Procura que o outro se submeta à perspectiva daquele que emite a crítica.

 

Posto isto, quando precisar de exprimir uma crítica, poderá:

  •     começe e termine com com uma referência positiva a respeito da pessoa que está a criticar
  •     exprima quais os seus sentimentos relativos à situação em causa
  •     não dirigir a crítica à pessoa na sua globalidade ("és preguiçoso") mas antes a aspectos específicos do seu comportamento
  •     solicite modificações concretas no seu comportamento ("o trabalho que realizou em 30 minutos poderia realizá-lo em 15 minutos")
  •     fale numa voz neutra e não alterada ou zangada

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 13:11



Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D