Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Separação

por oficinadepsicologia, em 08.09.11

E-mail recebido

 

"Gostaria apenas que alguém me desse um Conselho. É a 1ª vez que eu e meu marido vamos sair 2 dias sem os nossos filhos.

Não sei bem como lhe hei-de dizer pois eles vão querer ir também. A minha filha só consegue adormecer com o pai. Na 1ª noite acho que ainda dá para arranjar a desculpa que fomos buscá-los mas que estavam a dormir, e na 2ª? É mais complicado.

Por outro lado não sei se lhes devo mentir ou dizer a verdade mesmo que fiquem a chorar. Tenho muito medo que fiquem com medo e com algum trauma.

Como devo fazer?

 

Grata pela atenção

 

 

EC"

 

 

Cara EC,

Antes de mais, agradecemos o seu e-mail. As pertinentes questões que coloca são partilhadas, frequentemente, por outros casais, quando se aproxima a primeira separação mais prolongada dos filhos.

Embora não existam “receitas mágicas”, que funcionem igualmente com todas as famílias, existem algumas linhas orientadoras que facilitam a preparação da primeira “separação”. Quando esta é prevenida e partilhada com a criança não gera sofrimento intenso, com repercussões futuras, como medos ou traumas.

O que é então essencial garantir?

É muito importante que os seus filhos saibam aquilo que vai acontecer. Independentemente da idade das crianças explique-lhes tudo o que vai suceder: onde vão os pais, com quem é que eles vão ficar, durante quanto tempo, onde irão comer e dormir… A criança sente-se mais segura por perceber que, apesar de não ir estar fisicamente próxima dos pais, eles estão empenhados em garantir o seu conforto e bem-estar. Poderá inclusivamente descrever aos seus filhos o local que vai visitar.

Se as crianças ficarem em casa de familiares, por exemplo, enquanto prepara as malas, incentive os seus filhotes a escolher um boneco e um livro preferido, que poderão colocar na mala de “viagem”. Estes objectos ajudarão a reconfortarem-se, mantendo uma ligação com os contextos e as pessoas de quem estarão a sentir falta. No fundo todos vão viajar, mas para locais diferentes.

Existe “sintonia emocional” entre a criança e os seus cuidadores habituais. As crianças “sentem” o que os pais estão a sentir. Se se mostrar ansiosa, preocupada, nervosa com a separação é provável que os seus filhos se sintam confusos e inseguros. Se, pelo contrário, se mostrar animada com a “nova experiência” que todos irão viver, os seus filhos irão sentir-se confiantes.

Despeçam-se. Podem até aproveitar a oportunidade para criar uma forma de dizer adeus especial que seja só vossa. A saída dos pais como habitual, como se nada de diferente fosse ocorrer, fará com que as crianças não antecipem mudanças. Posteriormente, ao se aperceberem da ausência dos pais, da mudança de algumas rotinas ou do contexto, sem que para elas estivessem preparadas, poderão sentir-se desconfiados, abandonados, com medo e inseguras.

Embora no seu e-mail não tenha referido a idade dos seus filhos, todas as ideias partilhadas são válidas, independentemente da idade das crianças. Assegure-se apenas que, ao falar com os seus filhos, adequa a linguagem à sua idade.

Desta forma as crianças sentir-se-ão mais seguras, confiantes e disponíveis para encarar esta separação como uma nova experiência repleta de novidades positivas.

Esperamos que esta resposta a tenha ajudado. Caso a possamos ajudar de mais alguma forma, por favor não hesite em contactar-nos.

Um abraço,

Inês Afonso Marques

 

Psicóloga Clínica

Oficina de Psicologia

 



Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:02



Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D