Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Resultados da depressão nas mães

por oficinadepsicologia, em 15.02.10

Autora: Inês Mota

Psicóloga Clínica

 

Depressão das mães durante a gravidez associada a comportamentos violentos no adolescer dos seus filhos

 

 

Actualmente estamos conscientes que a depressão pós- parto tem consequências ao nível da saúde e bem estar tanto das mães como das suas crianças, sendo que as famílias estando devidamente sensibilizadas ao nível dos perigos já se encontram melhor preparadas para esta etapa de vida.

 

Um estudo recente de carácter longitudinal levado a cabo pelas Universidades de Cardiff, Bristol e da King´s College London, na Grã Bretanha, acompanhou um grupo de mães adolescentes durante a gravidez, após a mesma e ainda aos 4, 11 e 16 anos de idade dos seus filhos e veio colocar a descoberto o efeito negativo que a depressão durante a gravidez pode surtir na criança ainda em gestação.

 

Demonstrou-se que as crianças, tanto raparigas como rapazes, cujas mães sofreram de uma depressão na gravidez têm 4 vezes maior probabilidade de desenvolver comportamentos anti-sociais incluindo a adopção de comportamento violentos durante a sua juventude.

Esta ligação entre depressão na gravidez  e o comportamento violento nas crianças e adolescentes não foi melhor explicada por outros factores do contexto familiar como estatuto social, etnia, estrutura familiar nem mesmo pela idade, educação, estado civil,  ou desenvolvimento cognitivo da mãe.

Apesar de ainda não ser exactamente claro de que forma a depressão na gravidez pode desenvolver nas crianças um caminho em direcção ao comportamento anti-social, o avanço da pesquisa científica permite que a sociedade se ajuste perante os seus contributos, de forma a que sejam adoptadas medidas preventivas ao nível de factores de risco.

 

Assim, o acompanhamento psicológico torna-se altamente recomendado durante a gravidez, ao serviço do seu bem estar das mães e do bem estar do futuro dos seus filhos, durante a(s) infância e adolescência, fazendo disparar os níveis de satisfação intra-familiar.

publicado às 13:58



Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D