Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A alma nunca "pensa" sem uma imagem mental

por oficinadepsicologia, em 13.03.12

Autora: Susanne Marie França

Psicóloga Clínica

www.oficinadepsicologia.com

Facebook

 

Susanne Marie França

Será que Aristóteles tinha razão?

 

De acordo com o psicólogo e investigador Steven Pinker, as nossas vivências são representadas nas nossas mentes em forma de imagens mentais, formando ecos e reconstruções das percepções das nossas experiências do presente, memórias do passado e antecipações de situações e emoções do futuro.  

 

Quando falamos em imagética, geralmente pensamos em visualização. A imagética usa certamente a componente visual, mas a sensibilidade auditiva, visual, olfactiva, gustativa e cinestésica é poderosa, e surge em todos nós em diferentes graus e intensidades. Quem não se lembra de ter ouvido uma música e ser automaticamente transportado/a para uma situação no passado em que essa música teve um significado especial? Entramos num estado alterado de consciência, e saímos do momento presente, vivenciando e sentindo a experiência do passado como se ela estivesse a acontecer agora! Isto é um estado de hipnose! É o pensamento na sua qualidade sensorial pura.

 

Imagética e Cura:

Criar novas imagens mentais pode ser uma ferramenta fundamental nos processos de cura física e psicológica, uma vez que acciona todos os mecanismos sensoriais que por sua vez vão gerar alterações nos mecanismos fisiológicos, tais como alterações no tonus muscular, ritmo respiratório, sistema nervoso, química cerebral, funcionamento do aparelho digestivo, sistema imunitário, etc. 

Técnicas terapêuticas que façam uso do poder da imagética, podem ser aplicadas no sentido de ajudar a aceder e processar sensações do passado, desbloquear e construir novas percepções e sensações relativamente a situações do futuro e alterar a nossa auto-imagem.

Os requisitos básicos para o uso da imagética com sucesso são:

  • Ambiente propicio e calmo em que possa estar sozinho/a durante alguns minutos
  • Usar um estado alterado de consciência como por exemplo a auto-hipnose
  • Intenção e objectivos bem definidos antes de iniciar o processo de imagética
  • Praticar com regularidade. Pelo menos 3 a 4 vezes por semana durante 20 minutos

Então se calhar Aristóteles até que tinha mesmo razão. A linguagem da alma é mesmo a imagética!!!

Gostaria de experimentar sentir o poder da sua mente?

Saudações Hipnóticas

 

http://oficinadepsicologia.com/sobre-a-vida/optimizacao/auto-hipnose

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:23


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D