Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Dicas para uma parentalidade sem stress

por oficinadepsicologia, em 04.03.10

Autora: Patrícia Aguiar

Psicóloga Clínica

 

Infelizmente ou não o stress não fica apenas dentro de nós..., o stress afecta várias áreas da nossa vida, incluindo as nossas relações mais próximas.

Se tem filhos pequenos sabe que por vezes parece que o dia encolhe mas a lista de tarefas continua interminável.

Imagine as seguintes cenas: até acordou bem-disposta depois de um sono calmo ( seu nível de stress, está calminho, no verde); com o tempo contado ao minuto, já ofegante pela quantidade de tarefas que entretanto desempenhou e com o nível de stress a rondar o amarelo, tem o seu filho de pequeno-almoço tomado, vestido, calçado e pronto para sair. Nada mal!

Já com alguma pressa e com a paciência a esgotar, exactamente na altura em que tem de sair para não chegar atrasada, o seu filho entorna um copo de água e tem de ser mudado, ou começa uma birra para levar 20 brinquedos dentro da mochila nova, ou a fralda tem de ser mudada,... e lá se vai a sensação de controlo.

Este tipo de incidentes tão pequenos, como provavelmente já experimentou, têm o potencial de aumentar exponencialmente o nível de stress, que agora já está no sinal vermelho. Aí já pensa que vai chegar atrasada ao trabalho, que não vai conseguir fazer tudo o que queria, que vai ouvir do chefe ou dos colegas, Ou seja, um dia que parecia ter começado bem está agora completamente estragado!

Verdade? Até pode ser, mas não é inevitável... Para além das dicas que já ouviu sobre a gestão do seu stress, pode por em prática um conjunto muito simples de dicas para melhorar a sua gestão de tempo com os seus filhos.

Vou dar-lhe apenas algumas dicas que ajudam nesta hora da manhã, antes de deixar os miúdos na escolinha.

1.   Já pensou em acordar um pouco mais cedo para ter um tempinho extra para os mimos, os imprevistos e os acidentes? Sei que é complicado tirar horas de sono, mas levantar-se apenas 15 a 30 minutos mais cedo do que aquilo que efectivamente precisa pode fazer uma grande diferença na sua rotina! Esse tempo dá-lhe a calma que filho e pais precisam para começar o dia sem pressas e sem stresses. Esse tempo extra pode ser igualmente precioso caso surja algum imprevisto como aqueles de que falava há pouco. Se não for preciso, pode sempre utilizar esse tempo para mimos e brincadeiras extra ou para usar para si própria(o).

2.   Prepare-se para o dia seguinte antes de ele começar! Que tal ter uma lista de tarefas, partilhadas e combinadas por todos e que devem ser cumpridas numa determinada ordem? Faça alguns testes e veja qual a rotina que melhor se adequa ao seu estilo. Aqui vai uma possível:

a.   Na noite antes:

i.     Escolher a roupa

ii.   Preparar a mochila e sacos para a escola e actividades

b.   De manhã:

i.     Comer pequeno-almoço (comer o pequeno-almoço antes evita que se sujem e tenham de mudar de roupa a seguir)

ii.   Vestir, pentear e escovar dentes

iii.Casaco, mochila às costas, brinquedo escolhido

iv. Beijos a todos e... prontos para começar o dia em grande!!!

3.    Dividam tarefas, deleguem! A não ser que queira ganhar a medalha de super-pai à custa de muito cansaço e um belo par de olheiras, não assuma que tem de fazer tudo sozinho. Dentro do possível, conte com a ajuda do seu parceiro e do seu filho. Encoraje o seu filho a ser autónomo; logo que possível, deve vestir-se sozinho. E, claro, não se zangue se os botões não estiverem bem abotoados (já agora, tem mesmo de levar camisa em vez de camisola de enfiar por cima, ou sapato de atacador em vez de fecho velcro?)- antes de se zangar, lembre-se quantas vezes já se enganou em tarefas igualmente simples. Use o tempo extra que tem para ensinar e encorajar!

 Trabalhem em parceria! Mesmo com algum esforço e a melhor das intenções, muitas vezes as coisas simplesmente não correm da melhor forma, o stress sobe em flecha e perdemos o controlo. Combine um sinal com o seu parceiro; quando um de vocês o utiliza, é sinal de que sai da situação e o outro assume o controlo, sem acusações nem culpas. A ideia é trabalharem em conjunto e não de costas voltadas. Pense numa corrida de estafetas:  para que a equipa ganhe, é preciso que saibam os dois quando correr, quando passar o “testemunho” e quando parar e descansar.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:21


1 comentário

Sem imagem de perfil

De Dicas para Emagrecer a 29.06.2010 às 11:06

Gostei muito das dicas! Eu acho que é mesmo importante ter a consciência do stress, procurar entender as razões que nos elevam o stress para poder mudar o estilo de vida. Antes eu stressava com muitas coisas, já há um ano que tenho alterado hábitos que me dão um dia a dia muito mais feliz e relaxado!

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D