Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Stresses dos casamentos

por oficinadepsicologia, em 15.03.10

Autora: Inês Alexandre

Psicóloga Clínica

 

Os conflitos nos casais constituem uma das principais fontes de stress actuais. Estudos indicam que os casais satisfeitos com o seu relacionamento têm tantas discussões quanto os não satisfeitos. Então o que é que os casais satisfeitos e com menores níveis de stress conjugal tentam fazer de diferente?

 

Os casais satisfeitos falam mais sobre as suas emoções, desejos e necessidades, comunicam com mais clareza, expressam mais acordo, aceitação e aprovação e menos desacordo, crítica e desqualificações. São capazes, não só de compreender e aceitar o ponto de vista do outro, como também de mudar algumas coisas nesse sentido. Ambos trabalham para reparar o conflito e os esforços que fazem são aceites e valorizados.

 

A maior parte dos conflitos conjugais é sobre problemas que não têm uma solução imediata e evidente. No entanto, é importante falar sobre eles porque isso aumenta o sentimento de partilha e proximidade.

 

Tal como as plantas, as relações têm de ser regadas regularmente. Aqui ficam algumas dicas para aumentar a satisfação nas relações conjugais:

 

- cultive a admiração e o respeito mútuos. Por exemplo, elogie o seu companheiro diariamente; fale sobre as suas qualidades, e não só sobre os seus defeitos;

 

- quando criticar, critique o comportamento, não a pessoa. Por exemplo, em vez de: és insensível, tente antes dizer: foste insensível ao dizer-me isto;

 

- nas discussões, expresse acordo com pelo menos uma parte do que diz o seu companheiro;

 

- quando há conflito, tente não utilizar palavras como “nunca”, “sempre”, “todos” ou ninguém”, que tornam mais difícil para o seu companheiro mostrar que o compreende;

 

- disponha-se a ser flexível para mudar algumas coisas que sejam importantes para a relação e aceite o que não consegue mudar;

 

- comece as discussões de forma calma, pois a maneira como começa determina em grande parte o que vai acontecer em toda a discussão;

 

- quando sentir que a discussão está a ficar fora de controlo, proponha parar e voltar a falar sobre o assunto numa data específica;

 

Acima de tudo, não se esqueça que haverá sempre temas de discussão com quem quer que partilhe a sua vida e que, tal como disse Minuchin, todos os casamentos são erros; alguns casais têm é mais sucesso do que outros em repará-los.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:20



Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D