Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O mundo do silêncio

por oficinadepsicologia, em 25.04.10

Autora: Fátima Ferro

Psicóloga Clínica

 

Se nos permitem faremos uma breve reflexão pelos teclados do silêncio, o silêncio de um mundo paralelo que por todos nós chama numa procura de uma linguagem comum que nos permita aceder a conceitos ou pensamentos conceptuais, emoções e comportamentos. Ensinem-nos a gritar por esta voz que em nós ecoa as palavras que não ouvimos, atribuam-lhes significado concreto e transportem-nos para mais além do que aquilo que nos é permitido alcançar.

 

Dêem-nos a mão e levem-nos convosco na descoberta de um mundo que é o vosso e onde o som é a lei, sendo ele mais ou menos profundo. Tornem mais coloridas as nossas palavras para que as possa reconhecer no meio de tantas outras que ouves e ajudem-nos na integração daquilo que de nós faz um todo povoado de diferenças minhas e tuas. Nós não vivemos sozinhos e comunicamos connosco próprios e com os outros.

 

 

O papel da linguagem que nos permite dizer aos outros e a nós mesmos o que pensamos e sentimos e só assim será possível estabelecer uma relação criativa que se reflecte no desenvolvimento cognitivo.

 

Este projecto inclui-se num dar som às palavras numa pauta de cores por vezes salpicadas de cinzento tentando ajudar os pais de crianças surdas ou deficientes auditivas numa formação pessoal que por vezes pode ser difícil.

Por isso na Oficina da Psicologia temos técnicos com conhecimento ao nível da língua gestual, sensibilizados para a utilização dos vários modelos de comunicação assegurando respostas de intervenção para cada caso, ajudando-o na reeducação da criança surda ou deficiente auditiva, tendo sempre em vista a sua inserção no mundo dos ouvintes que a rodeiam.

 

As inovações a nível da educação destas crianças visam essencialmente o seu desenvolvimento global utilizando os meios educacionais e linguísticos mais ajustados. Este desenvolvimento global e harmonioso é um dos nossos objectivos gerais visando a integração também a nível familiar, social e escolar. Para isso o que lhe propomos é a possibilidade de frequentar os nossos ateliês de crescimento inserindo-se em problemáticas que são comuns a todas as crianças e onde podemos utilizar a língua gestual de uma forma recreativa e expressiva. Daremos som às suas preocupações e entre agudos e graves transformaremos o mundo do silêncio em pautas de harmoniosas melodias.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 10:34


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D