Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ensaios mentais

por oficinadepsicologia, em 15.01.10

Autora: Madalena Lobo

Psicóloga Clínica

 

 

 

Muitas vezes, o nosso mal-estar advém do facto de sabermos que precisamos de fazer algo proximamente e que representa uma fonte de insegurança ou ansiedade para nós.

 

Neste caso, é uma boa ideia fazer um ensaio mental, enquanto se garante a manutenção de um estado relaxado – um pouco como se estivéssemos a dizer ao organismo: “Vês? Aquilo que vai acontecer é tranquilo. Está tudo bem!”. Ao mesmo tempo, permite-nos “percorrer o filme” daquilo que antecipamos e detectar potenciais situações que requeiram a nossa atenção prévia e, mesmo, a opção por algum plano de contingência.

 

O exercício em si próprio é muito simples. Vamos a isso!

 

Escolha uma situação que o esteja a deixar tenso ou angustiado ou ansioso ou stressado, e que vá ocorrer no futuro próximo (estamos a falar de situações que vão realmente acontecer e não àquelas preocupações futuristas de catástrofes improváveis…).

 

Sente-se confortavelmente e faça umas respirações abdominais. A seguir imagine, tão vividamente quanto possível, a situação que o incomoda, começando a visualizá-la desde o seu início. Por exemplo, se estivermos a falar de uma apresentação em público, pode começar a sua visualização a partir do momento em que faltam 5 minutos para a sua apresentação ou a partir da véspera, quando deixa tudo organizado para o dia seguinte.

 

Ao percorrer o filme do que vai acontecer, foque a sua atenção numa versão realista mas positiva, mais centrada na execução da tarefa do que nas emoções que pense poder sentir, e imaginando os detalhes da execução. No nosso exemplo, imagine-se a entrar na sala onde vai ocorrer a apresentação, visualize os participantes, veja-se a olhar para eles com interesse. Escute o seu nome ser mencionado para começar a falar. Sinta os olhares de todos a recaírem sobre si e sinta a sua voz a ressoar. Escute-se a falar, com um tom de voz firme e audível, uma postura de auto-confiança e um olhar directo a quem o escuta. Sinta o contacto da mesa e/ou cadeira contra o seu corpo. No final da sua apresentação, não se esqueça de incluir o feedback que pensa ser apropriado (exemplo: alguém agradece a sua prestação ou os participantes colocam questões demonstrando o seu interesse), bem como as sensações que julgue poderem surgir (como a sensação de alívio ou de satisfação consigo próprio).

 

A cada momento deste exercício em que detecte tensão emocional, pare o filme e descontraia (utilize um dos exercícios de relaxamento que aprendeu). Assim que sentir que a tensão emocional desapareceu, volte um pouco para trás no filme e volte a passá-lo, parando novamente para relaxar sempre que detectar tensão emocional. O objectivo é conseguir passar o filme todo em tranquilidade, pelo que se não conseguir este objectivo de uma só vez, volte a fazer este exercício mais tarde ou no dia seguinte.

 

Assim que conseguir visualizar toda a sequência, sem que surjam emoções negativas, convém visualizar a mesma situação, mas introduzindo algumas cenas que possam correr mal – a vida é assim mesmo: por mais que nos preparemos, nem sempre as coisas nos correm bem… Mais uma vez, mantenha o realismo. No nosso exemplo, imagine que fica nervoso e veja-se a lidar com isso; ou imagine que lhe dão menos tempo para falar do que aquilo que tinha planeado e imagine-se a ajustar rapidamente os conteúdos do que planeou abordar; ou imagine que alguém tem uma reacção negativa face àquilo que está a apresentar.

 

Mais uma vez, a ideia é conseguir desenvolver cenários mentais em que ensaie os seus comportamentos e fazê-lo em tranquilidade, por isso, sempre que detectar emoções negativas, pare o filme, relaxe e retome-o apenas depois de ter readquirido a tranquilidade.

 

 

 

publicado às 10:02


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D