Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Demasiado sensível?

por oficinadepsicologia, em 15.01.10

Autora: Madalena Lobo

Psicóloga Clínica

 

 

De acordo com alguns autores (nomeadamente Elaine Aron), de 15 a 20% da população pode ser classificada como sendo de elevada sensibilidade, ou seja, correspondem a pessoas com um sistema nervoso especialmente sensível. Se dominar a língua inglesa e quiser verificar os seus resultados neste domínio, sugerimos o seguinte link: http://www.hsperson.com/pages/test.htm.

 

Alguns aspectos que podem indiciar uma forte sensibilidade:

  • Reacções fortes de desagrado ou “inundação sensorial” a coisas como luzes fortes, cheiros, sensação na pele dos tecidos das roupas, ruídos fortes ou específicos
  • Agitação emocional quando vê determinados filmes ou séries
  • Necessidade frequente de se retirar/isolar, procurando ambientes de baixa estimulação sensorial (silenciosos, pouca luz, pouco movimento à volta)
  • Vida interior rica e complexa
  • Capacidade de discriminação de diferenças subtis em cheiros, sons ou componentes visuais, sentindo diferenças no impacto emocional com alterações nos pormenores
  • Sensação de sobre-estimulação em ambientes muito estimulantes (como restaurantes cheios, discotecas, locais muito movimentados e compactados de pessoas)

 

Se reconhece em si áreas de especial sensibilidade, saiba que a melhor estratégia é a defensiva, uma vez que, de acordo com os autores que se têm dedicado a esta área, a hipersensibilidade é um traço que não admite modificação. Por isso, o ideal será estar sintonizado com o seu conforto pessoal nas variadas situações por que passa ao longo do dia, habituando-se a reconhecer aqueles aspectos sensoriais que têm um impacto elevado no seu bem-estar e tentar:

  1. Promover as situações que contenham fontes de agrado sensorial
  2. Eliminar ou reduzir as que tendem a perturbá-lo(a)
  3. Garantir condições de tranquilidade geral

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:11



Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D