Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Regras e limites

por oficinadepsicologia, em 12.06.11

Autora: Tânia da Cunha

Psicóloga Clínica

www.oficinadepsicologia.com

 

Tânia da Cunha

Um dos temas principais e de maior dificuldade que alguns pais apresentam na árdua tarefa de educar os seus filhos, diz respeito a normas e limites.

 

  • Lembre-se que muitas vezes a desobediência está associada ao seguinte pensamento: “ Ajuda-me a conter-me, recorda-me os limites, zanga-te comigo e não te deixes vencer, porque preciso de ti forte, seguro do que fazes e me dizes, mesmo que te enganes”.
  • Dedique algum tempo a reflectir com o seu filho as regras que pretende implementar: Escrevam em conjunto dez normas que existam em vossa casa, verifiquem a utilidade de cada uma e caso não fique claro dê uma explicação de cada uma.
  • Tenha presente: As regras devem ter uma função de protecção e não podem ser vividas como castigo, ameaça ou humilhação.
  • Reavalie as regras de tempos a tempos: As crianças precisam de ter horas bem definidas para as suas actividades diárias, a hora de dormir, do banho, das refeições, dos trabalhos de casa.
  • As crianças funcionam muito melhor com recompensas do que com ameaças. Isto não retira a importância dos castigos na hora certa.
  • Dizer não sem vacilar: quando disser não, seja firme, esta é a forma mais eficaz das crianças entenderem que não significa mesmo não.

publicado às 20:36



Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D